EMBAIXADOR DA PAZ E DO ALTO COMISSARIADO DAS NAÇÕES UNIDAS RECONHECE O EMPENHO DA POLÍCIA NACIONAL NA PROTECÇÃO DAS ENTIDADES PROTOCOLARES 

08/11/2021 || 09:28:10


Luanda: O trabalho da Polícia Nacional de Angola (PSPEP), no domínio da protecção das entidades protocolares, mereceu elogios por parte do embaixador da Paz  e do Alto Comissariado das Nações Unidas, para os Direitos Humanos, João  Canda Bernardo, que, recentemente, visitou o Comando da Polícia de Protecção e Segurança das Entidades Protocolares (PSPEP), órgão especializado da Corporação.

O diplomata, que foi recebido pelo titular do órgão, o Comissário - José Martinez António, reconheceu o esforço e a qualidade técnico-profissional dos efectivos desta especialidade, que tem a missão de assegurar a protecção e a segurança das entidades Protocolares do país e estrangeira, em missão de serviço no solo angolano

"Confesso estar satisfeito pela equipa de escolta posta à disposição, a qual considero ser  técnicos de elevada responsabilidade e profissionalismo", enalteceu o visitante.

João Canda Bernardo, que se fez acompanhar do  director Geral da Cáritas em Angola, José Quinta Tchavenda Segunda, considerou positiva, de forma geral o trabalho da PNA no âmbito do combate ao crime.

"Sendo a Polícia Nacional uma instituição republicana, deve continuar garantir a protecção dos cidadãos e das famílias, apostando cada vez mais no combate à criminalidade. Apesar de ser uma tarefa árdua, não deixo de reconhecer o esforço que tem sido feito até aqui", acentuou.

Refira-se que, o diplomata esteve de visita ao País desde o passado dia 01 de Novembro, até, ontem, para participar, como orador, na Conferência Internacional para o Processo de Consolidação da democracia e Desenvolvimento Sustentável, que decorreu na capital do País.