PNA  HOMENAGEADA PELA UNESCO E A UNIÃO AFRICANA PELO CONTRIBUTO PRESTADO NA CONSERVAÇÃO DOS MANGAIS

24/09/2021 || 08:04:41


Luanda: A Polícia Nacional de Angola foi, ontem, distinguida, em Luanda, com certificado de mérito, numa iniciativa da UNESCO e da União Africana, como uma das instituições nacionais, que mais se tem destacado na conservação dos mangais, homenagem que se estendeu igualmente a outras  29 individualidades e instituições públicas e privadas, nacionais e internacionais.

A cerimónia de entrega dos certificados de reconhecimento teve lugar, no Magistério Mutu-ya- Kevela e foi presidida pela ministra da Educação, Luísa Grilo, que, por inerência de funções, é a presidente do Comité Nacional de Angola para UNESCO.

Na lista do topo das 30 personalidades e instituições reconhecidas, figura  o nome da Associação OTCHIVA e da  sua fundadora, Fernanda Renée,  engenheira dos petróleos, que se tem empenhado na restauração e conservação dos mangais, plantas, que garantem a 80% a sobrevivência da vida marinha.

O Vice-Presidente da República, Bornito de Sousa, que também abraçou a causa da Associação OTCHIVA foi, igualmente reconhecido por aquela representação da agência da ONU e da União Africana, que não deixaram de reconhecer o papel preponderante de outras instituições castrense como as Forças Armadas Angolanas, os Serviços de Proteção Civil e  Bombeiros, que têm prestado todo apoio à Associação OTCHIVA nas campanhas de limpeza e reflorestação, condição fundamental para protecção dos ecossistemas da costa angolana.

Refira-se que, a anfitriã do evento  foi a governadora de Luanda, Ana Paula de Carvalho, que se juntou, igualmente, a iniciativa da protecção dos mangais, tendo na ocasião, sublinhando que, toda acção em prol do ambiente, deve começar com a melhoria  do saneamento básico.